spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

top 5 da semana

spot_img

posts relacionados

Na Câmara de Rio Grande quando assunto é cargo, não existe oposição

Nem mesmo o maior defensor da moralidade e da gestão pública de oposição na Câmara de Rio Grande da Serra é capaz de se opor a criação de cargos na Casa.

Hoje (03/4) a Câmara aprovou por unanimidade a criação do cargo de um assessor parlamentar para cada vereador. A matéria havia criado desconforto na base na semana passada por não ter sido discutida com profundidade.

Porém, com a alteração da obrigatoriedade do curso superior no cargo de assessor parlamentar, a matéria passou sem problema algum.

Não houve fala sobre gestão, nova política (que defende diminuição de cargos), impacto financeiro nem nada. Houve um abraço coletivo e comemoração.

Defendo e sempre defendi a assessoria parlamentar como braço do trabalho do vereador, só não dá pra defender que a oposição se manifeste só apontando o dedo no executivo e se calando quando lhe convém. “É o famoso faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”.

Samuel Boss
Samuel Boss
Iniciou sua carreira na criação do Blog do Vereador que se transformou no jornal de sátira política, Quarta Ordinária. Escreveu para os jornais Estação Notícia, Repórter Diário e Opinião Pública. Foi editor do Jornal A Voz de Ribeirão Pires e criador da TV São Caetano. Teve programas na TV+, EcoTV, TVABCD, Repórter Diário e Rádio ABC.

Popular Articles