Vereadores de Ribeirão analisam hoje (7) lei que retira recursos do Ensino Infantil e Fundamental para Serviços Urbanos, Turismo e Saúde

A Câmara Municipal de Ribeirão Pires analisa hoje (7/11) o projeto de lei 062/2019 do executivo que autoriza a retirada de recursos da educação Infantil e fundamental para suprir demandas das secretarias de Serviços Urbanos, Turismo e Saúde.

De acordo com o projeto, a realocação de recursos é necessária para cumprir contratos de medicamentos, materiais de enfermagem, agenda de eventos da cidade, locação de máquinas,  serviço de capinação e limpeza de boca de lobo, por exemplo.

O prefeito Kiko Teixeira pede o acréscimo de R$ 8,1 milhões para as pastas de Turismo, serviços Urbanos e Saúde e retira cerca de R$ 1,2 milhões da educação Infantil e Fundamental.

Veja o projeto completo e todas as realocações de recursos.