STJ não reconhece recurso de Kiko e prefeito segue inelegível

0
3

O Superior Tribunal de Justiça de São Paulo negou na tarde desta quarta-feira (7/10), o recurso especial impetrado pelo prefeito de Ribeirão Pires, Kiko Teixeira (PSDB), que pedia anulação do processo que o condenou por improbidade administrativa.

A ministra Regina Helena Costa não reconheceu o recurso de Kiko e manteve a condenação. Com a decisão, o tucano continua enquadrado na Lei Ficha Limpa, inelegível, e provavelmente não conseguirá o registro para disputar as eleições deste ano.