Nome cotado para Saúde, Ricardo Carajeleascow, responde a processos por improbidade

0f513f709e89326cff4f080295ac445fO nome cotado para chefiar a Saúde de Ribeirão Pires no futuro governo do prefeito eleito, Kiko Teixeira (PSB), o médico ginecologista, Ricardo Carajeleascow responde a diversos processos de improbidade administrativa.

O médico foi diretor do Instituto Acqua que gerenciou a saúde de Rio Grande da Serra e Ribeirão Pires. Na época, o MP entrou com ação contra o Instituto e levou ao bloqueio de contas dos prefeitos  e secretários.

Ricardo Carajeleascow foi secretário  de Saúde do governo da ex-prefeita Maria Inês Soares (PT) e atuava como secretário na cidade de Paulínia, no interior de São Paulo.

O ex-secretário tentou levar para Paulínia os serviços da Fundação ABC e do Instituto Aqcua para gerenciar a Saúde da cidade, o que resultou em ações da justiça.

O médico foi alvo de uma ação civil publica e e a justiça apontou vícios e direcionamento no edital para a terceirização da Saúde do município.  A Promotora caracterizou ato como prática de improbidade administrativa e pediu a perda da função pública e a suspensão dos direitos políticos de Carajeleascow.

 

http://paulinianews.com.br/index.php?option=com_k2&view=item&id=42052:saude-de-paulinia-pode-ter-entidade-ficha-suja-no-comando&Itemid=968

http://noticia23.com.br/site/index.php/2016/08/18/acao-civil-publica-pede-condenacao-de-pavan-por-irregularidades-na-terceirizacao-do-hospital-contrato-e-de-r-54-milhoes/

https://globoplay.globo.com/v/4625512/