Kiko veta projeto que institui 13º salário para vereadores, prefeito e vice

O prefeito de Ribeirão Pires Kiko Teixeira (PSB), vetou o projeto – aprovado pela Câmara -que instituía  o décimo terceiro salário para os vereadores, prefeito e vice. O benefício iria vai valer para este ano e cada um dos vereadores teria direito a receber R$ 10.021 a mais, além de R$ 3.300 pelo terço de férias.

Com ao veto, o prefeito Kiko deixa os vereadores com ônus político, além da responsabilidade da apreciação da matéria –  que repercutiu mal entre os munícipes- sem aval do Paço.

O projeto foi aprovado por 15 dos 17 vereadores da Casa na última semana de novembro, e tinha como base uma resolução do STF que julgou procedente o caso da Câmara Municipal de Alegrete -RS, que havia aprovado o benefício aos parlamentares gaúchos.