“Sentaram na cadeira e sentiram confortável, macia e caneta pesou”, dispara Márcio Souza contra os Damos

0
O braço direito do governo do prefeito, Átila Jacomussi (PSB), o ex-chefe de gabinete e ex-secretário de Comunicação, Márcio Souza – exonerado na última semana- disparou contra a família Damo em entrevista coletiva.
De acordo com Márcio, não havia um acordo com a família Damo para manter os cargos do prefeito Atila no governo, mas a prefeita interina, Alaíde foi insensível e nunca procurou  o grupo para dialogar.
Não havia  acordo, mas falou sensibilidade da prefeita  de manter o trabalho que vinha sendo realizado. Nós  tentamos conversar para que ela entendesse como funcionava a máquina pública mas a Alaíde não  quis”, relatou Márcio.
Outro ponto colocado pelo ex-secretário de Comunicação foi a conversa com a ex-deputado Vanessa Damo.
A primeira reunião  com a ex-deputada Vanessa Damo (MDB), ela colocou para gente que daria continuidade ao trabalho realizado pelo prefeito, Atila, mas infelizmente ela não entendeu assim, e resolveram demitir de maneira nervosa”, explicou.
Sobre as indicações de cargos da família Damo na gestão de Átila, Márcio explicou:
A prefeita interina tinha indicação no governo, a própria Vanessa Damo integrou com o governo, pois sabíamos do seu potencial, mas sentaram (Damos), na cadeira sentiram confortável e macia, e a caneta pesou“, ironizou.
Márcio criticou o fechamento da emergência do hospital Nardini e da falta de alimentação ao pacientes do hospital.
Veja toda entrevista