Ribeirão Pires divulga imunização para jovens até 19 anos

0


Cidade fica apenas a uma faixa-etária de concluir a imunização de toda a população adulta

Com a chegada de novos lotes de vacina Coronavac, a secretaria de saúde de Ribeirão Pires atualizou, na tarde desta sexta-feira, dia 30, o calendário vacinal de imunização contra a covid-19 do município. Confira as novas datas:

31/07 – 23 anos ou mais
02/08 – 22 anos ou mais
03/08 – 21 anos ou mais
04/08 – 20 anos ou mais
05/08 – 19 anos ou mais

Para a vacinação, que acontece no Complexo Ayrton Senna (Av. Prefeito Valdírio Prisco,193), das 8h às 16h, tanto para pedestres quanto em formato drive thru, é necessário a apresentação de documento com foto e número do CPF, comprovante de residência de Ribeirão Pires e cadastro no site “Vacina Já”. O título de eleitor ou o E-título digital de Ribeirão Pires também é aceito como comprovante de residência.

Segundo o prefeito Clovis Volpi, a cidade irá fazer o anúncio da faixa-etária dos jovens com 18 anos ou mais, apenas quando tiver os imunizantes necessários. “Vamos somente divulgar a imunização dos jovens com 18 anos quando tivermos a segurança de que teremos a vacina para ser aplicada. Nós ribeirão-pirenses devemos estar orgulhosos de nossa equipe de saúde e por essa organização é que seremos uma das primeiras cidades a se preparar para vacinar todos os adultos”, declarou o prefeito.

Drive Thru Solidário – Ribeirão Pires segue arrecadando alimentos não perecíveis, que serão destinados à população em vulnerabilidade social. As doações podem ser realizadas no drive thru do Complexo Ayrton Senna.

Já os trabalhadores das indústrias e construção civil de Ribeirão Pires, ou apenas residentes da cidade e que trabalham em outros Municípios, também estão aptos à imunização, cumprindo a regra da faixa-etária.

Para a imunização desta categoria, será necessária a apresentação do CPF, RG, Comprovante de Residência, cadastro no site “Vacina Já” (vacinaja.sp.gov.br) e cópia de um documento que comprove a atuação do trabalhador na área da indústria: Holerite, carteira de trabalho, declaração de serviço emitida pelo RH, contendo nome, endereço da empresa, assinatura e carimbo, CNPJ e cargo do trabalhador, contracheque com o documento de identidade ou crachá funcional.