Protetores independentes de Mauá fazem bazar para angariar recursos usados em resgates

O Bazar dos Peludos de Mauá, como é chamado, foi criado com intuído de angariar verba para conseguir os custos dos animais resgatados de rua, ou seja, pagamento de abrigo provisório, veterinário , remédios, exames, transporte e ração.

É realizado uma vez por mês, em um salão alugado no bairro Santa Lídia e tudo vendido é fruto de doações, roupas, calçados, acessórios, bolsas, utensílios de cozinha, eletrodomésticos, brinquedos, e até alguns móveis são doados é vendidos.

O movimento de protetores independente tem como liderança o ativista, Alessandro Martins, e caso queiram fazer alguma doação para o bazar, podem entrar em contato pelo Instagram @alessandro_martins_protetor ou pela página do Facebook Alessandro Martins.