Prefeitura não responde sobre números de compensação tributária e atendimentos do Programa Fila Zero da Saúde

0
2

O projeto da Prefeitura de Santo André, Fila Zero da Saúde, foi aprovado em março de 2017 pela Câmara de Santo André, com  o objetivo de zerar a fila por atendimento na rede de saúde municipal entre janeiro de 2013 e dezembro de 2016, através da compensação  fiscal de hospitais e clínicas com dívidas no município para realização de  exames.

Passados mais de 15 meses do início do programa, a Prefeitura não conseguiu responder os questionamentos do nosso site, que buscava saber o número de exames realizados na rede particular e o total da compensação tributária até o momento.

Com informações fragmentadas ao longo deste tempo, não há um número exato sobre o total de atendimento até o momento. Em dezembro de 2017, a Prefeitura informou, através do prefeito Paulo Serra  que havia zerado as filas de exames.

“Nós herdamos 128 mil exames e consultas atrasadas há mais de dois anos. Tinha gente que esperava três anos pelas especialidades. Hoje alcançamos a marca de 85 mil atendimentos que tiramos da fila apesar de todas as dificuldades”, contou o prefeito à época.

Em junho deste ano a prefeitura informou, através de release enviado pela Secretaria de Comunicação que:  “

“através da compensação tributária por meio de prestação de serviços e a retomada do Hospital Dia -, foram prestados mais de 10 mil atendimentos e realizadas mais 1.395 cirurgias de baixa/média complexidade, respectivamente”

Diante dos números divulgados não é possível saber qual valor total da compensação tributária, ou seja, qual valor a Prefeitura deixou de arrecadar em troca de serviços na rede particular de Saúde. Nosso questionamento foi enviado há mais de vinte dias para o departamento responsável.