Prefeitura de Mauá planeja criar até 500 vagas para o programa da ‘Frente de Trabalho’

0

Projeto oferece bolsa-auxílio no valor de um salário mínimo, além de vale-transporte e auxílio-alimentação

A Prefeitura de Mauá encaminhou à Câmara Municipal projeto de lei propondo a criação de até 500 vagas para o programa da ‘Frente de Trabalho’. As oportunidades são destinadas a munícipes em situação de vulnerabilidade social. A bolsa-auxílio oferecida é de um salário mínimo e a administração também oferece vale-transporte e auxílio-alimentação. O período de trabalho é de 40 horas semanais, com contrato de 12 meses, prorrogável por igual período — atualmente, o programa conta com 150 bolsistas e o período de contrato é de apenas um ano, sem possibilidade de prorrogação.

Os participantes da Frente de Trabalho também recebem aulas de capacitação e requalificação profissional, o que estimula a empregabilidade dos bolsistas mesmo após o término do contrato.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here