Mauá: Defesa do casal condenado no caso Renata irá recorrer no TJ-SP

Casal condenado nesta quinta-feira (04/07) a 16 anos de prisão em regime fechado pela morte de Renata Miguel da Silva, irá recorrer da decisão no Tribunal de Justiça e tentar anular o julgamento. Roseane Carla dos Santos Silva e de José Nilson da Costa foram acusados pelo crime ocorrido em 2013 e acabaram condenados esta semana.

Julgamento do crime aconteceu no fórum de Mauá. Cerca de 40 pessoas acompanharam o júri popular, entre eles familiares da vítima e dos acusados. O julgamento teve início pela manhã e durou praticamente o dia todo, terminando somente no fim da noite. Os acusados relataram que tentaram socorrer a vítima, mas tiveram medo e por isso deixaram a casa e fugiram. Durante o júri muita emoção, por parte dos pais da jovem.

Rogério dos Santos, advogado do casal vai se basear em questões que, segundo ele, podem levar a nulidade do julgamento. “O resultado foi apertado, 3 votos a favor da defesa e 4 contra. E segundo o defensor público os 4 votos são de jurados voluntários que sempre estão plenário,o  que indica que possuem uma tendencia de votar a favor do Ministério Público. Além disso exitem três motivos de nulidade provocadas pelo Promotor e julgamento contrário às provas”.