Isolado, Morando faz agenda com Kiko; o único a ainda suportá-lo

No dia em que o atual presidente do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, Paulo Serra (PSDB), se reuniu com os três prefeitos afastados da entidade pela política biliar de Orlando Morando (PSDB), o prefeito de São Bernardo do Campo apelou para uma agenda em Ribeirão Pires com o único líder regional ainda a suportá-lo, Kiko Teixeira (PSB).

Orlando já percebeu seu isolamento na política regional, e poderia abaixar a crista, no entanto o ego o impede. 

Kiko tentou “passar um pano” ao justificar em vídeo que a agenda serviu para aproximar sua gestão do governo Doria e assim, destravar os recursos do Hospital Municipal. Porém, é evidente que Orlando quis contrapor a reunião de Paulo Serra em Diadema.

A política regional foi devastada pelo jeito que o Orlando tentou impor suas vontades no Consórcio, e agora seu grande trunfo será a aproximação que tem com o Doria, porém, o governador dificilmente vai comprar suas brigas regionais e ficar mal com quatro prefeitos a troco de nada.

Paulo Serra já articula essa reunião entre os prefeitos afastado do Consórcio com o governador e ensaiam até uma agenda com Paulo Guedes em Brasília.

Orlando precisa se preocupar é com São Bernardo do Campo, afinal, em 2018 Luiz Marinho teve apenas 10 mil votos a menos que João Doria para governador,  e alcançou sua maior votação no estado com 101.340 sufrágios.

fazendo um trocadilho bem barato com o local que Kiko e Orlando se encontraram, o tucano de São Bernardo já percebeu que sua embarcação é “Canoa Quebrada”, ou conserta ou afunda..

Tive o prazer de receber meu amigo e prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, que se propôs a levar nosso pedido para Governador João Dória para destravar os repasses para a finalização do Hospital Municipal e reafirmou o compromisso da deputada eleita, Carla Morando, em defender nossa cidade na Assembleia Legislativa. #RibeiraoPires #VivendoUmNovoTempo #Saude

Posted by Kiko on Monday, February 11, 2019