Em nota, Alaíde rebate Atila e diz que substituiu uma ‘organização crimonosa’

Após a Nota divulgada nas redes sociais pelo prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), na qual responsabiliza as administrações anteriores e a prefeita interina, Alaíde Damo (MDB) pelos deslizamentos na cidade, a vice-prefeita encaminhou uma nota rebatendo Jacomussi.

De acordo com Alaíde, ela permaneceu apenas 47 dias no cargo para substituir uma “organização criminosa”. A nota diz também que a prefeitura está fornecendo ajuda através da Defesa Civil, Promoção Social e Secretaria de Segurança Alimentar.

Veja a Nota

A atual Prefeita Alaíde Damo permaneceu no cargo por apenas 47  dias e substituiu o que o Tribunal Regional Federal chamou de organização criminosa.

Em relação aos acontecimentos deste final de semana, que culminaram com a morte de quatro crianças, vários feridos e desabrigados,podemos informar que a atual gestão forneceu todos os meios necessários para ajudar as pessoas que sofreram com esta tragédia, disponibilizando acolhimento dos desabrigados, com alimentos, água, roupas, transportes, etc…

 Mobilizamos a Defesa Civil, bombeiros, Promoção Social, Secretaria de Segurança  Alimentar, Guarda Civil, Defesa Civil Estadual, e várias outras secretarias.

Por outro lado, não houve qualquer paralisação das obras no Jardim Zaira, até porque, trata-se de área particular,  área de risco e invadida,  não sendo permitido o asfaltamento ou realização de qualquer obra pública, sem que a mesma seja regularizada.

Na verdade, houve um grande esforço da atual gestão, na primeira interinidade, no sentido de liberar diversas obras, junto à Caixa Econômica Federal,  inclusive a construção de 800 apartamentos no Jardim Oratório, para alojar pessoas em áreas de risco, especificamente da área do Macuco e do Jardim Oratório. Contudo, a gestão Atila Jacomussi não deu continuidade às tratativas para a liberação do conjunto habitacional junto à Caixa Econômica Federal.

Lamentamos que o sofrimento das pessoas, causadas por esta fatalidade seja utilizada para politicagem e auto promoção pelo Prefeito Átila.

O momento é de arregaçar as mangas e pensar na cidade.