Maranhão, Lauro e Auricchio estão a um passo para voltarem ao Consórcio

Após a eleição que consagrou Paulo Serra (PSDB) como presidente do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, o tucano saiu em busca dos dissidentes. Nesta semana Paulo Serra esteve em Rio Grande da Serra.

Na eleição no início de janeiro, Orlando Morando articulou para que Kiko Teixeira (PSB), batesse Chapa com Paulinho, porém, o prefeito de Ribeirão Pires se negou a entrar na disputa.

Morando queria manter Kiko na linha de frente da entidade e continuar a desavença regional criada por ele. Na estratégia de Morando, Kiko que está desentendido com Maranhão e com Lauro Michels, se fosse eleito não os procuraria para convidá-los a voltarem para a a entidade.

Paulo Serra impôs seu nome e Kiko não se opôs. Resultado, Orlando perdeu a liderança que outrora detinha com o prefeito de Santo André e Ribeirão.

Está pavimentado e certo a volta de Maranhão, Auricchio e Lauro ao Consórcio, é uma questão de tempo.

O primeiro a voltar será Gabriel Maranhão, afinal, Paulo Serra irá concorrer a reeleição em Santo André e não poderá ficar a frente da entidade em 2020. Estrategicamente a presidência do Consórcio para Maranhão em seu ultimo ano de governo legítima o político na região.

Auricchio e Lauro voltarão com a intenção de enfraquecer as atitudes feita pelo fígado de Morando. A primeira reunião do Consórcio, na qual Paulo Serra irá apresentar seu plano de trabalho será o pontapé inicial.