Bispo Dom Pedro e Secretário executivo do Consórcio pregam união entre a Igreja Católica e entidade regional

0

O bispo da Diocese de Santo André, Dom Pedro Carlos Cipollini, recebeu na manhã desta quarta-feira (20/01), a visita do secretário executivo do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, Acácio Miranda da Silva Filho, e destacou a importância de “construir pontes” entre a Igreja Católica e a entidade regional para o bem comum da população das sete cidades da região.

O encontro ocorreu no Edifício Santo André Apóstolo da Cúria Diocesana, localizado no Centro da cidade andreense.
“Para mim é muito importante a visita do sr. Acácio, porque é uma oportunidade de nós nos conhecermos. Numa região grande como o ABC, nós precisamos fazer pontes, estabelecer ligações, conhecimento e entrosamento”, avalia o bispo.

De acordo com Dom Pedro, as soluções para os problemas sociais, econômicos e estruturais passam pelo diálogo e pela regionalidade. “Porque nós temos perspectivas de futuro à medida que nos unimos pela causa do bem, a causa da promoção do bem comum da região. Então, o encontro é sempre um começo necessário”, complementa.

Por sua vez, Acácio Miranda, que assumiu a Secretaria Executiva do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC no último dia 4 de janeiro, ressaltou a relevância desta agenda com o bispo responsável pela diocese com cerca de 2,8 milhões de habitantes (segundo estimativas do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em 2020).

“Primeiro, destaco a importância do Dom Pedro para o Consórcio. Na última missa de Natal ele fez menção à chegada de novos prefeitos e a importância que o Consórcio tem para a união do Grande ABC, para o desenvolvimento do Grande ABC”, salienta.

Acácio também considera fundamental essa parceria para que “principalmente temas e dificuldades de todos os municípios sejam tratados de forma uniforme e sejam principalmente resolvidos. Então é essencial o início desse diálogo e a importância de Dom Pedro não preciso ressaltar, já é notória para todos nós do ABC”, conclui.

FONTE: Diocese de Santo André